Sunday Drops 🌊 #17

A obsessão de Peter Thiel, Hipcamp, o futuro das Govtechs, a arte de fazer mais com menos, Clubhouse

Fala Pessoal,

espero que tenham tido um bom final de semana.

Vamos para a edição #17 do Sunday Drops. Hoje resolvi compartilhar algumas reflexões sobre diferentes tópicos relacionados a investimento, startups e produtividade.

Antes de irmos para o conteúdo, se alguém te compartilhou o Abreu Substack, assina a newsletter no link abaixo para não perder nenhuma edição:

Para garantir o recebimento e evitar que caia no Spam, assinale este e-mail como “confiável” ou “não é spam”, ou mova-o para a sua Caixa de Entrada.


Escapar da competição é a obsessão de Peter Thiel

A single fix idea that I am completely obsessed: If you are a founder, you want to go for a monopoly and avoid competition - Peter Thiel

Para Peter, o mundo de negócios é binário: Ou você tem uma concorrência perfeita ou monopólio.

A “concorrência perfeita” é considerada o estado ideal e padrão nos compêndios de economia. O porém é que mercados competitivos destroem os lucros. Já os monopólios representam o oposto - uma dominância de mercado protegida por uma alta barreira de entrada. Por “monopólio” designamos o tipo de empresa que é tão boa no que faz que nenhuma outra consegue oferecer um substituto próximo.

Nos negócios, o dinheiro é algo importante ou é tudo. Os monopolistas podem se dar ao luxo de pensar em outras coisas além de ganhar dinheiro. Os não monopolistas não podem. Na concorrência perfeita, uma empresa está tão concentrada nas margens atuais que não consegue planejar um futuro de longo prazo. Só uma coisa permite que uma empresa transcenda a luta cruel diária pela sobrevivência: os lucros monopolistas - Peter Thiel

Mundo de tecnologia representa uma oportunidade perfeita para criação dos monopólios. Existem 4 características que ajudam a formar monopólios:

  • Efeito de Rede

  • Economias de Escala

  • Tecnologia proprietária

  • Branding

A pergunta a ser feita para entender a força de um dos 4 atributos listados acima é: O quão durável é essa característica.

Como escapar da concorrência?
  • Comece pequeno e domine um mercado bem pequeno, no qual essa fatia de clientes não encontrem um produto substituto á altura.

  • Se você mirar um mercado grande quando você é pequeno, vai encontrar muita concorrência.

Todas as famílias felizes são parecidas entre si. As infelizes são infelizes cada uma à sua maneira.” Nos negócios, o oposto é verdadeiro. Todas as empresas felizes são diferentes: cada uma conquista um monopólio ao solucionar um problema singular. Todas as empresas fracassadas são iguais: fracassaram para escapar da concorrência - Peter Thiel

O mercado-alvo perfeito para uma startup são algumas pessoas específicas concentradas juntas e servidas por poucos ou nenhum concorrente.

Fazer pequenas mudanças em coisas já existentes pode levar a um máximo local, mas não ajudará a achar o máximo global


Características de um marketplace de sucesso a partir do caso Hipcamp

Sempre estou de olho em startups globais que estão perfomando e uma que chama minha atenção é a Hipcamp. Ela é um marketplace que conecta viajantes com espaços outdoors (campings). A missão da empresa é que as fazer com que mais pessoas explorem a natureza. Sendo simplista: Airbnb para Outdoors.

A founder Alyssa Ravassio participou do podcast Invest Like the Best e sua história me trouxe algumas reflexões. O contexto do Hipcamp sumariza características de um marketplace de sucesso:

  • Mercado Fragmentado: De um lado, pessoas. Do outro, propriedades isoladas em um setor informal e desestruturado controlado por pequenos empreendedores que fornecem espaços para que viajantes acampem. Ou seja, alta fragmentação dos dois lados, o ambiente perfeito para marketplaces promoverem eficiência.

  • Zeitgeist: Existe uma exaustão em relação a grandes cidades urbanas e com isso, pessoas estão buscando se conectar na natureza. Aposto que vocês também veem essa tendência no instagram, na rede de vocês. Nos Estados Unidos, 41% dos novos "campers” são millenials.

  • Mercado Grande: De acordo com a KOA (Kampgrounds of America), 62% das famílias americanas acampam ao menos uma vez por ano. Esse dado já expõe a cultura do país sobre essa atividade e o potencial de mercado.

  • Efeito de Rede: quanto mais viajantes, mais valor para landowners. Quanto mais landowners, mais valor e opções para viajantes. (Sunday Drops 13 foi sobre Network Effects)

  • Produto/Experiência 10x melhor: Ao agregar a oferta de propriedades que permitem camping e as características de cada uma delas, a experiência dos viajantes fica muito mais fluída e personalizada para o que eles estão buscando. Não havia até então nenhum solução que entregava uma proposta de valor adequada para esse público.


Ups and Downs do Clubhouse

Nesse ano maluco, tivemos o momento Clubhouse. Aqueles 15 dias em que no mercado tech ele conseguiu ofuscar até a pauta COVID. Tão rápida quanto foi sua ascensão tem sido o seu declínio no mercado.

Descobri essa semana o canal de conteúdo Growth Design. Eles fizeram um case muito interessante sobre os erros na jornada do usuário do Clubhouse que acarretaram na baixa retenção.

Vale a pena acompanhar o trabalho desse canal e compartilhar com os times de produto, pois tem casos interessantes da jornada do consumidor de diferentes empresas de tecnologia.

👉 Growth Design Cases


Aprova Digital, Govtechs e transformação dos governos

Participei como co-host do podcast Meu Primeiro Cheque dos amigos da GV Angels junto do grande Marco Zanatta, founder da Aprova Digital.

Nesse episódio, falamos sobre:

  • Os potenciais de mudanças no ambiente público a partir das startups

  • A tendência de crescimento das Govtechs

  • A tese da Astella por trás sobre o investimento na Aprova

  • O produto 10x melhor que a Aprova Digital está entregando para as prefeituras


Análise de um Pitch Deck da perspectiva de um VC

Temos um projeto dentro da firma chamado Astella Expert Network. A ideia é compartilhar conhecimentos a partir de experts de mercado. No final do ano passado, criamos um cohort-based-course focado em fundraising e o sócio Marcelo Sato trouxe a perspectiva sobre como um Venture Capital costuma olhar um pitch deck (obviamente há o viés Astella)

Ele descreveu como olhamos para um pitch deck baseado nos quatro grandes blocos dos critérios de investimentos da Astella: Pessoas, Mercado & Indústria, Empresa & Oferta e a Estrutura & Potencial da oportunidade.

Para quem está estruturando um pitch deck, vale a pena dar uma olhada.


Valor para os usuários > Growth

Um dos hacks do facebook comentadas pelo mestre Chamath.


Via Negativa: A arte de fazer mais com menos

A memória é algo curioso. Existem passagens de um podcast, de um livro, de um momento que já se passaram anos desde que você teve contato e ainda assim a lição permanece nessa poderosa máquina chamada cérebro.

Um desses momentos foi uma passagem de Amyr Klink em um entrevista com Dráuzio Varella. Ele conta que resolveu trabalhar em um banco logo após se formar e aquela foi uma das experiências mais importantes da sua vida, pois naquele momento ele descobriu que aquele trabalho era algo que ele não queria por nenhum dinheiro do mundo. Então ele fala sobre a importância de descobrir as coisas que você não quer fazer.

Nassim Nicholas Taleb define Via Negativa como “o princípio que nós sabemos o que é errado com mais claridade do que o que é certo, sendo que esse conhecimento cresce com por meio da subtração”

Pretaam Nath escreveu um ótimo artigo sobre esse tema com 3 exemplos da sua vida profissional e pessoal.

👉 Via Negativa: Do more by doing less


Foto da semana

A beleza do esporte são as narrativas. Uma bela história é a de Thiago Silva, que está na foto abaixo.

Sempre exemplo pelo profissionalismo, foi importante em todos os clubes que passou. Mas por alguma razão, sempre batia na trave nos grandes títulos: Libertadores, Champions, Copa do Mundo.

Um ano após ser dispensado de um clube por ser considerado "velho" ele conseguiu ontem o grande título da sua carreira, a Champions, para coroar uma carreira incrível.


Thats all folks.

se cuidem e uma ótima semana a todos,

Lucas

Se você curtiu o artigo, compartilha!  

Share